O LÁPIS

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:
- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco?

E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: --Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. --Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida! --Tudo depende do modo como você olha as coisas.

Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

a) Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade".

b) Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor."

c) Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça".

d) Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você."

e) Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação".

(Gálatas 6:17) - Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus.

O PODER DA PALAVRA.


Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso.Algum tempo depois, descobriram que era inocente.O rapaz foi solto e, após muito sofrimento e humilhação, processou o vizinho.No tribunal, o vizinho disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal...E o juiz respondeu:- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel.
Depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir sentença!O vizinho obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!- Não posso fazer isso, meritíssimo!- respondeu o homem.O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!Ao que o juiz respondeu:- “Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem,
espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado.”“Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada! Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.”

A parábola do Porco-Espinho

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram juntar-se em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor. Por isso, decidiram afastar-se uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados. Então, precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E, assim, sobreviveram. Moral da História O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

DEIXE O CASULO SE ABRIR SOZINHO !

É natural que nos perguntemos, diante do sofrimento, por que Deus está nos testando e provando?
Uma história nos ajuda na resposta.
Um homem encontrou um casulo que tinha caído de uma árvore. A borboleta estava começando a surgir. Então, o homem parou para observar. Ela lutou por uns 40 a 50 minutos. Naquele momento, apenas a cabeça e uma parte da asa tinham saído do casulo. Pensando que poderia ajudar a borboleta em sua luta, o homem pegou um canivete afiado e abriu o casulo para libertar a larva que emergia. Para sua surpresa, ele pôde perceber que a parte que tinha se desenvolvido tinha travado um grande esforço em meio a uma grande luta. A parte que ele abriu permaneceu fechada, sem condições de chegar ao lado de fora do casulo.
Em lugar de ajudar a larva a se tornar uma borboleta, o homem a matou.
"Considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma" (Tiago 1.2-4).
Deus tem um grande plano em nossa vida, algo tão grande que lhe dará e que é a razão de todas as suas lutas. Related Posts with Thumbnails

MÍSEROS CENTAVOS.


Certa vez um pregador mudou-se para Houston, Texas, e, poucos dias depois que chegou, teve que ir de ônibus de sua casa até o centro da cidade.Quando se sentou, descobriu ter recebido 25 centavos a mais no troco e pensou:- É melhor devolver os 25 centavos. Oh, esquece, são apenas 25 centavos. Quem se preocuparia por quantia tão pequena?Quando chegou ao ponto onde desceria do ônibus, parou momentaneamente na porta, então entregou a moeda ao motorista e disse:- Tome, você me deu troco a mais.O motorista, com um sorriso, respondeu:- Você não é o novo pregador, não é? Eu tenho pensado sobre ir lhe ouvir. Eu queria apenas ver o que você faria se eu lhe desse troco a mais.Quando o pregador saiu do ônibus, agarrou-se literalmente ao poste mais próximo e exclamou:- Oh, meu Deus, me perdoe! Eu quase vendi seu filho por vinte e cinco centavos.Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que glorifiquem a Deus pelas boas obras que em vós observem.I Pedro 2.12

VALORIZE O QUE DEUS TEM LHE DADO.


Valorize o que você tem Um homem caminhava pela praia numa noitede lua cheia e pensava:
Se tivesse um carro novo, seria feliz…Se tivesse uma casa grande, seria feliz…Se tivesse um excelente trabalho, seria feliz……Se tivesse uma parceira perfeita, seria feliz…
Nesse momento, tropeçou em uma pequena sacolacheia de pedras e começou jogá-las uma a uma no mar.E a cada vez dizia: Seria feliz se tivesse…Assim fez até que restou apenas uma pedrinha,que decidiu guardar.Ao chegar em casa percebeu que aquela pedrinha tratava-sede um diamante muito valioso.Quantos diamantes teria jogado ao mar sem parar para pensar?Muitas vezes nós também jogamos fora nossos preciosos tesouros,esperando o que acreditamos ser perfeito.Se você ainda não pode ter o que sonha,Dê valor ao que você já conseguiu conquistar.

OS 3 ULTIMOS DESEJOS DE ALEXANDRE O GRANDE:



Dizem que estes foram os 3 últimos desejos de ALEXANDRE O GRANDE:
1. Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;
2. Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistado como prata , ouro, e pedras preciosas ;
3. Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, Ã vista de todos.

Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões desses pedidos e ele explicou:

1. Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;
2. Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;
3. Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

Pense nisso.... Related Posts with Thumbnails

O BATE BOCA DAS FERRAMENTAS...


Conta-se que na carpintaria certa vez houve uma estranha assembléia. Foi um verdadeiro bate-boca pra acertar diferenças. Um martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia demasiado barulho; e além do mais, passava todo o tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos. A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito. Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e as ferramentas e iniciou o seu trabalho. Utilizou justamente o martelo, a lixa, o metro e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia reativou a discussão. Foi então que o serrote tomou a palavra e disse: "Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro não trabalha com os nossos defeitos, mas, sim, com as nossas qualidades, com nossos pontos fortes. Assim, proponho abandonarmos esta discussão e nos concentrarmos em tarefas construtivas". A proposta foi aceita por unanimidade e todos se sentiram, então, uma verdadeira equipe, capaz de produzir objetos de qualidade, se unidas num mesmo próposito e nas mãos e na mente do hábil carpinteiro.

APRENDENDO COM UMA NOTA DE 20 DOLARES


Num Seminário, um famoso palestrante mostra uma nota de 20 dólares e pergunta: - Quem quer esta nota?

Mãos começam a se erguer e ele continua:
- Eu a darei a um de vocês, mas antes, farei isto!

Então, ele amassa a nota e pergunta: - Quem ainda quer esta nota?

As mãos continuam erguidas...
- E se eu fizer isto?

Deixa a nota cair no chão e começa a pisá-la e esfregá-la... depois pega a nota, agora imunda e amassada, e pergunta:

- E agora? Quem ainda quer esta nota?
Todas as mãos permanecem erguidas.
E ele fala:

- Não importa o que eu faça com esta cédula, ela ainda vale 20 dólares. Isso também se dá conosco. Muitas vezes, em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e sujos, por decisões que tomamos e/ou pelas circunstâncias que surgem em nossas vidas, e sentimo-nos desvalorizados, sem importância...

Creiam, não importa o que aconteça, jamais perderemos o nosso valor !
O preço de uma vida não é pelo que se faz ou se sabe, mas pelo que se É!

E assim que Deus nos vê !!!

FÉ.


"Fé é pisar no primeiro degrau, mesmo que você não veja a escada inteira." (Martin Luther King Jr)

O PERDÃO É DIVINO !


O perdão que concedemos, como humanos, é quase sempre imperfeito e efêmero,mas o de DEUS não . Principalmente quando o MAL que o outros nos causaram foi muito PROFUNDO e DOLOROSO, aonde muitos ainda USAM esta frase : “eu perdoo, mas não ESQUEÇO ”. Pois esta é uma das dimensões da grandeza do perdão de DEUS ele ESQUECE ,apaga, borra, elimina , limpa e lança no mar do esquecimento ao contrario do ser humano que toda hora fica se julgando ! Olha o que Deus fala sobre isso : Não me lembrarei mais de seus pecados”. Pois, para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me LEMBRAREI .(Hb:8:12) Meu irmão (a) DEUS te AMA e quer fazer de vc um VASO NOVO se o teu criador ja não se lembra mais de seus pecados , NÃO deixe o diabo lhe acusar atravez de pensamentos ou PESSOAS de seu PASSADO ! JESUS JA LHE PERDOU, SE VC JA SE AREPENDEU, ELE FALA PARA VC O QUE ELE DISSE A MULHER ADÚLTERA : E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não PEQUES MAIS. João 8:11 (Espero que Deus fale ao seu coração )